Desprofessorar…

Quero ser desprofessora
Quero desensinar
Partilhar tudo aquilo que não sei
Que provavelmente não existem certezas
Que nada é certo
Compartilhar achismos e sonhos
Que são os propulsores de um novo amanhã
Que precisamos de novos olhos.
1 ano depois de ter escrito isso, descubro Barthes:
“ há uma idade em que ensina aquilo que se sabe. Vem em seguida, uma outra, quando se ensina aquilo que não se sabe. Vem agora, talvez, a idade de uma outra experiência: aquele de desaprender. Deixo-me então, ser possuído pela força de toda vida viva: o esquecimento”.

maristela elicker dauve

Anúncios

Sobre dauve1

advogada, metida a poetisa...apaixonada!
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Desprofessorar…

  1. Christian disse:

    Saudações!
    Cada vez que pesquisava meu nome encontrava teu blogue e não imaginava que poderia ser alguém conhecida. Obrigado pela citação, é um poema bastante engraçadinho aquele.
    Até mais, um abraço!
    [E ainda preciso descobrir Barthes…]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s