as mãos de meu filho

Nas mãos de meu filho

Vejo meu pai

Vejo  a mim

Vejo a ele

Suas pequenas grandes mãos

Vejo um filhote brincando e acarinhando

Gosto de espalmá-las contra as minhas

Como são perfeitas!

Podem tocar tudo

Até o futuro, o amor, a paz e a concórdia entre os povos

Trazem tantas certezas e promessas…

São as mãos do amor…

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨*

O amor nunca volta vazio

Ele volta tão carregado de bem

Que se arrasta pelo caminho

Por isso ele demora

E só vai chegar naquele dia

Em que você estiver cuidando do jardim

Todo enlameado e distraído

Aí sim, você levanta o olhar e bum!

Lá estará a mão que caberá perfeitamente junto da sua.

maristela elicker dauve

Anúncios

Sobre dauve1

advogada, metida a poetisa...apaixonada!
Esse post foi publicado em Não categorizado e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s